"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las."
Voltaire

tradutor

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

TCHAU AO VELHO, E QUE VENHA O NOVO!


Mais um ano se vai para dar lugar a um novo, que vem carregado de esperanças e desejos. Além dos habituais pedidos na virada, paz, saúde e sorte (na verdade sucesso), há também aqueles desejos que somente irão se realizar com outras gerações. Desejos como os de poder caminhar tranquilamente pelo centro da cidade, de poder confiar nas escolas públicas, de poder confiar nas pessoas do Estado e na Nação. Assim, 2012 bate à nossa porta.

Encontrar alguém no Brasil que nunca se decepcionou com alguma parte de sua logística é praticamente impossível. Mesmo porque, toda ela, está voltada ainda aos interesses dos grandes capitalizadores desse sistema. Algo que se vê espalhafatosamente em Brasília nos Ministérios e no Congresso Federal, a partir de nossos nobres deputados e senadores em seus estados de eleição. Mas, não só a política se restringe a vergonha de ser brasileiro.

Vejamos a nossa Justiça. Esta, que possui um Supremo Tribunal, que finge descaradamente não reconhecer a Voz do Povo quanto aos políticos desonestos – Não Esqueçamos do Caso Ficha Limpa, né, Jader Barbalho! Outra vez, nossos juízes dão prova de sua falta de zelo pela manutenção da ordem no país. Soma-se a isso, o Caso Jaqueline Roriz, filmada quando recebia propina (dinheiro roubado mesmo). Outro fato triste é o Código Florestal que foi re-elaborado pelos próprios pecuaristas, a fim de valorizar seus plantios de soja e cana.

Falta justiça no Brasil, e sobra impunidade. É evidente que quando certa pessoa expulsa sua raiva em um cão indefeso frente a seu filho, deve ser julgada.Agora, e os crimes que mexem diretamente na nossa vida e que todos nós e nossos filhos, e gerações, veem passar sem punição? Infelizmente, a corrupção junto a hipocrisia, é um costume que o Brasil carrega desde sua criação.


Gostaria de citar coisas boas para abrir 2012 com chave de ouro... porém, a situação aqui não está tão boa quanto aparentada pela economia do país. Ficar doente no Brasil, nem pensar! A não ser em um hospital particular. Estudar em universidade “pública” tende a ser para poucos. E, gastar... como? O salário mínimo, é mínimo. Os prováveis R$ 622 previstos para fevereiro (hoje R$ 545), serão sugados pelos impostos e dívidas contraídas por quem o recebe. Contudo, os maias reservaram o melhor para então. Ótima notícia para acabar com toda essa parafernália e dar saudações ao ano novo. FELIZ ANO VELHO!

Nenhum comentário: